Biografia

“A internet nos permite dividir com os fãs de todo o Brasil os nossos melhores momentos” Em meados da década de 70, surgia nos Estados Unidos o punk rock, gênero musical caracterizado por batidas rápidas e agressivas acompanhadas de letras com idéias revolucionárias. Quatro décadas depois, seguindo a mesma pegada “nervosa”, mas apostando em letras simples que instigam o viver a vida intensamente, surge a banda Velocette. Tudo começou em meados de 2009, na cidade paulista de Santana de Parnaíba com BJ (vocalista e guitarrista) e Sandro (Aditive) compondo e produzindo as músicas com novas idéias. Surgiu o convite ao Edgar Avian (ex-músico do cantor Supla) na bateria. Passando por algumas formações, hoje BJ e Edgar consolidam o Velocette com DanJordy (guitarrista) e Anderson (baixista e backing vocal). E porquê Velocette? Porque não haveria outra palavra que revelasse tão bem a essência destes garotos. Velocette é o drink que tornava mais energética a gang do filme “Laranja Mecânica, é uma referência às motocicletas inglesas (a segunda nacionalidade deste estilo musical) e representa ainda a “velocidade” do rock’n’roll que nesse caso de tão eletrizante se transforma em punk rock. E como não podia deixar de ser, algumas das maiores influências dos seus músicos são retrô, como Sex Pistols, Ramones, The Clash, Elvis Presley e Jerry Lee Lewis, mas os mais contemporâneos Dead Kennedys, Green Day, Guns and Roses e Nirvana também ocupam o seu lugar quando o assunto é inspiração. E com base em tantas referências lendárias, em Junho de 2010 lançaram uma demo com 6 faixas. A primeira música de trabalho “Não é fácil”, que falava de perdas, algo vivido na época pelo vocalista BJ, e se transformou no primeiro vídeoclip da banda, dirigido por Ivan Mello, foi divulgado apenas na Internet, através do site oficial Em Julho de 2010, lançaram o segundo single “Viva Intensamente” também pela Internet, que devido a grande aceitação por parte do público, acabou gerando a realização do segundo vídeoclipe. Este, todo feito em animação e criado por Thiago Akira, especialista na matéria, foi lançado no programa “Lado B” da MTV, e ficou por semanas entre os clipes mais vistos do site do canal. O sucesso do clipe foi alimentado pelos fãs em várias campanhas realizadas no Twitter, o que proporcionou uma matéria sobre a banda na revista LoveRock. “Pra nunca ter fim”, o terceiro e mais novo clipe da banda, que nos remete aos anos 60, teve a participação especial de Talita Rock, ex-integrante da Banda Motores, e jurada no programa “Jovens Talentos” de Raul Gil. Este clipe dirijido por Christian Targa e Cristiano Martins (que também dirijiram Ultraje a Rigor, CPM22, Blind Pigs, etc), contou com uma super produção que envolveu mais de 40 pessoas. “Pra nunca ter fim” estreiou em Junho de 2011, no programa “Acesso MTV” apresentado por Marimoon. O sucesso do mais novo clipe rendeu um grande apoio por parte do canal Multishow, que o exibiu no seu lançamento e continua a exibí-lo até hoje, e participações em outros programas de TV, como “Show Livre com Clemente”, “Open Talk” da Sky/TVA, “TV Cultura Retrô” com Marina Person, “Combo Fala mais Joga” na PlayTV com Bianca Jordhan, para além uma entrevista na revista Toda Teen. Velocette é uma daquelas bandas que se preocupam em transformar um show em um espetáculo. “Queremos oferecer aos nossos fãs algo performático, até meio teatral”, diz o baterista Edgar Avian. Ao vivo a banda demonstra seu carisma, sua batida forte, seu som fiel ao CD e apela ao alto astral. Talvez por isso, venha conquistando a cada dia, mais e mais novos fãs. “A Internet nos permite ficar mais próximos de nossos fãs”, afirma o “front man” BJ. E essa preocupação com os fãs se estende na maneira como interagem com eles virtualmente. A banda está presente no Facebook, Twitter, Myspace e está em contato com aproximadamente 80 mil pessoas, entre amigos, fãs e seguidores.